Home » Notícias » Salto e Itu celebram assinatura do contrato com empresa operadora do Trem Republicano

Salto e Itu celebram assinatura do contrato com empresa operadora do Trem Republicano

O Trem Republicano está perto de se tornar um grande atrativo turístico para as cidades de Itu e Salto. Nesta terça-feira (04/08), as duas cidades celebram a assinatura do contrato com a empresa que irá operar o Trem Republicano. A atração é uma das apostas do Poder Público para a retomada do aquecimento econômico no esperado período pós-pandemia, devido ao perfil de estâncias turísticas de Itu e Salto.
A expectativa é a de que o Trem Republicano passe a operar em dezembro deste ano, de acordo com a presidência da Serra Verde Express, que ficará responsável por serviços de conservação, manutenção, vigilância, limpeza, fiscalização, jardinagem e controle de passageiros. A empresa, com mais de 20 anos de experiência, é a atual concessionária dos trens turísticos na ferrovia Paranaguá-Curitiba, sendo a responsável pelo passeio entre Curitiba e Morretes.

Presidida pelo CITREM, em nome da superintende do Consórcio, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Salto, Anita de Moraes Leis, a assinatura do contrato contou com a presença dos Prefeitos de Salto, Geraldo Garcia e de Itu, Guilherme Gazzola, do secretário de Turismo, Lazer e Eventos de Itu, Vinícius Salton, do empresário da Serra Express, Adonai Aires Arruda, os presidentes das Câmaras de ambas as cidades: Lafaiete Pinheiro dos Santos (Salto) e Ricardo Giordani (Itu); e também os vereadores: Álvaro Pacheco, Celso Charnoski (Alemão), Clodoaldo Martins de Oliveira, José Benedito de Carvalho (Macaia), Luiz Carlos Batista, Roberto Natalino Silveira, Vinícius Saudino e também Thiago Gonçales (Itu).
A faixa ferroviária de aproximadamente 7 km, que liga as antigas estações de trem dos municípios citados, dever ser um marco para a criação de empregos e fomento ao setor de serviços. Há a previsão inicial de 9 empregos diretos e outros 20 empregos terceirizados.

Na oportunidade, o Prefeito de Salto destacou o momento histórico para a assinatura do contrato para a operação do Trem, em um projeto que pontapé inicial em 2005. “Hoje estamos celebrando um momento importante para a história das duas cidades, do CITREM. Este contrato é o resultado de um grande esforço que tem sido empenhado desde o surgimento da ideia de um trem que uniria turisticamente as duas cidades.
É a consolidação de um sonho que se torna realidade, e que trará desenvolvimento regional, geração de empregos e serviços, com grandes impactos nas atividades econômicas tanto de Salto, quanto de Itu”, disse o Prefeito Geraldo Garcia.
Durante o uso da palavra, o Prefeito de Itu, Guilherme Gazzola, destacou os desafios vencidos por ambas as cidades nos últimos anos com o projeto. “Este projeto apresentou diversas etapas que foram vencidas. A assinatura deste contrato hoje marca um grande passo neste que é um projeto que refletirá diretamente no desenvolvimento para as nossas cidades”, destacou Guilherme Gazzola.
Há cerca de três semanas, o secretário de Estado do Turismo, Vinícius Lummertz, esteve na estação ituana, acompanhado dos prefeitos Guilherme Gazzola (Itu) e Geraldo Garcia (Salto), vistoriando a conclusão das obras.

Sobre a Serra Verde Express

A Serra Verde Express é uma empresa paranaense que há mais 20 anos é responsável pela operação de trens turísticos na ferrovia Paranaguá- Curitiba, incluindo o primeiro e único trem de luxo do país.

Ao longo deste período, a centenária ferrovia que percorre a maior porção contínua de Mata Atlântica preservada do Brasil- e que também é consolidada como o segundo maior corredor de carga – transportou mais de três milhões de turistas e mostrou ao mundo parte da nossa diversidade e riquezas naturais e culturais. Este legado de visitantes só foi possível graças aos contínuos investimentos feitos nestas duas décadas em infraestrutura, tecnologia, inovação, preservação e conservação das áreas, renovação dos equipamentos e constante treinamento de pessoas.

A seriedade do trabalho realizado pela empresa contribui com o desenvolvimento da rica indústria do turismo nacional. Somente em Morretes, no litoral paranaense, estima-se uma geração de renda de mais de R$ 27 milhões por ano, resultado do fluxo de turistas nos restaurantes e comércio local. Somente entre hotéis e pousadas, cerca de 100 empreendimentos geram cerca de 1.200 empregos diretos e mais de 4.800 empregos indiretos por conta do movimento diário advindo dos trens.
Com forte pilar social, a Serra Verde Express já beneficiou, entre crianças e idosos, mais de 20 mil pessoas de dezenas de organizações não governamentais (ONGs) com ações como o Trem de Natal, o Trem das Crianças e o Trem da Terceira Idade, além do Vagão da Cultura.

Mais do que números, estas são referências que motivam a empresa a seguir trabalhando para levar o Brasil a figurar entre os grandes destinos turísticos do mundo, sendo reconhecido pelos visitantes, pelo trade turístico, pela mídia e pela academia.
Jornais como The Wall Street Journal, dos Estados Unidos, e The Guardian, da Inglaterra, além da revista europeia ObjectifRail, elegeram o passeio ferroviário como um dos mais bonitos do planeta.

Reconhecimento importante foi conquistado também na maior feira de turismo do mundo, a WTM London, que entregou à Serra Verde Express o World TravelLeaderAwards pela contribuição com o desenvolvimento da economia, sustentabilidade e empreendedorismo por meio do turismo no Brasil, além do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, conquistado por nosso Núcleo de Turismo por dois anos consecutivos.

Já no meio acadêmico deu-se a comprovação da importância do trabalho desenvolvido pela Serra Verde Express a partir de pesquisa realizada na Universidade Federal do Paraná (UFPR) que qualificou o trem como o mais representativo produto turístico do Estado. Na UPIS – União Pioneira da Integração Social, instituição de ensino superior em Brasília que, com corpo discente, docente e internet, classificou como um dos melhores produtos turísticos do País.

A Serra Verde Express é também a maior operadora de serviços receptivos em Curitiba e litoral paranaense com transfers, hospedagem, city tours, excursões e ingressos para shows e eventos. Junto com a BWT Operadora, integra o Núcleo de Turismo da Holding HigiServ, um grupo de empresas 100% brasileiro, paranaense, com mais de 40 anos de tradição e o 14º maior empregador do estado do Paraná e tem como diretor geral Adonai Aires de Arruda Filho. O executivo é também presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos Culturais (ABOTTC).

Mais informações: www.serraverdeexpress.com.br
Fonte: Imprensa Prefeitura de Salto

Comments are closed.